quarta-feira, 17 de agosto de 2011

Bolsas;Quantas Ter,Como Usá-las,Qual Escolher????

Fashion

A bolsa é praticamente a extensão do corpo de uma mulher. Qual a mulher que não gosta de bolsas???
Pois com todo o simbolismo que ela carrega, leva também um pouquinho de tudo o que é seu;sua casa, sua família,o seu trabalho,sua vida amorosa e sua vaidade.É um abrigo de segredos e intimidades, reflete a personalidade da sua dona, desde o interior, com suas organizações peculiares, até seu exterior, que transmite um pouco daquilo que ela deseja aparentar.

A Força da Bolsa;

Na moda a bolsa é símbolo de status. Basta uma boa marca para garantir à mulher certo destaque. Mas isso não acontece à toa. Faz parte do esforço das grandes corporações de moda criar um produto que atenda aos anseios de luxo, mas que, ainda assim, esteja ao alcance de grande parte do público consumidor, que nem sempre pode gastar em roupas caras. A bolsa é um investimento que compensa pela sua durabilidade e por sua facilidade de venda – não necessita grades de numeração, serve  qualquer um – e é facilmente visto e reconhecido. Portanto a divulgação da "bolsa da vez" é parte decisiva da estratégia das marcas (principalmente estrangeiras) na busca por visibilidade e prestígio.
Mesmo reconhecendo as estratégias da indústria do consumo, é difícil não cair de amores pelo último lançamento da Fendi ou da Prada. Não ficar sonhando em adquirir uma Chanel clássica,  corrente e tudo o mais que temos – ou deveríamos ter! – direito. Não ficar namorando a última Dior que saiu do forno, linda, com uma cor maravilhosa, de Paris.

Aliar Estética e Utilidade;

Mesmo desejando ter uma bolsa nova a cada semana, que renove os looks de seu armário, a realidade da mulher contemporânea é bem outra e são poucas as que podem ter várias peças diferentes. E você há de convir que dá um trabalhão ficar trocando de bolsa todo dia, organizando tudo de novo dentro dos bolsinhos, decidindo de manhã bem cedo qual a bolsa que combina com aquela saia verde nova… É bem melhor usar esse tempo pra conversar com o marido ou ler um artigo sobre cultura no jornal, não é? Enfim, o quotidiano maluco da cidade não auxilia muito nosso ambicioso plano de estar sempre com um visual novo. Para isso é bom criar uma estratégia, que possa durar toda uma estação.

A Bolsa de Cada Dia;

Pra dar conta dos compromissos, normalmente a mulher precisa de três a cinco bolsas por Estação. Uma indefectível bolsa preta ou marrom, que vai combinar com tudo, com um tamanho de médio para grande, de couro, prática e de boa qualidade. É bom que ela não tenha muitos detalhes, pra não chocar com a roupa ou com o sapato. Deve ser uma peça elegante. Nas últimas coleções vê-se bastante o couro natural e a forma baú, que são mais básicas para esse uso do dia-a-dia. Se o seu estilo for mais clássico, opte pelos modelos baú, de segurar na mão, de couro croco(dilo) ou outras texturas de répteis, com um pouco de brilho, que está na moda. Se o seu jeito for mais desportivo, as bolsas de couro natural são as mais indicadas.

As Bolsas da Estação;

A segunda bolsa deve ser menor e mais fashion, mais estilosa. Nesta estação as bolsas com alça de corrente, estilo Chanel, estão em alta, assim como as bolsas de mão. Elas devem ser médias ou pequenas e podem ser de couro texturizado em cores – turqueza, rosa, pink, amarelo, roxos e violetas – ou preta. Para ocasiões um pouco mais especiais, para dar uma saída ou num dia mais espirituoso. As bolsas metalizadas brilhantes podem ser rapidamente aposentadas.
A bolsa mais fashion é a carteira, mesmo para se usar de dia. Ela pode ser decorada, estampada, colorida, com pregas e detalhes. Não deve ser muito pequena, pode ser retangular ou com formas diferentes, como a meia lua.
Além do couro, o tecido tem sido muito utilizado em bolsas. Isso é bom porque elas ficam mais levinhas. Nylon, algodão, linho, lona. Tecidos estampados e coloridos em bolsas estilo saco ou no estilo avózinha. Laços, flores e apliquês também fazem um estilo mais alternativo ou romântico.

A Bolsa de Fim de Semana;

Conforme as suas necessidades ou possibilidades, dá para encaixar aqui nesta categoria, uma bolsa de final de semana, mais alegre e descontraída, para poder relaxar nos dias de descanso.
A mochila também pode ser uma opção para as mais jovens ou mais desportivas. Podem ser usadas no dia-a-dia de quem for menos formal, ou para o final de semana. Existem muitas variedades de mochila. Desde as bem esportivas, com apelo active wear até as mais fashionistas, estampadas e coloridas.

A Bolsa de Sair;

Falta agora uma bolsa para sair, que seja chique e pequena, fashion ou divertida. As opções podem ser a carteira, novamente, que conta com muitas possibilidades e estilos. Da mais formal, forrada, com aplicações e bordados, às mais modernas com pregas e babados.
As microbolsas também são uma boa pedida. Bonitas e graciosas, têm aparecido em várias coleções há tempos, mas ainda não emplacaram, sendo uma opção ainda original. Podem ser estampadas, decoradas, com aplicações ou metais.
Ainda como uma solução para as festas, as bolsinhas estilo vintage são sempre adoráveis e você pode encontrá-las nas feiras.

Para Combinar;

Hoje em dia já não se usa mais combinar bolsa, cinto e sapato da mesma cor, do mesmo material. Procure harmonizar as cores e os materiais, sem criar um conjunto. Exemplo: tons de marrom + bolsa colorida vermelha, turqueza com marinho e amarelo, tons de cáqui + marrom, preto + violeta e prata velha, etc.
Como está na moda bolsa estampada, tenha cuidado ao combinar as estampas de roupas e bolsas.
Algumas Boas Dicas;

Quando trocar de bolsa dê uma boa limpada na parte de dentro, esvazie bolsos e areje seu interior. Mantenha suas bolsas limpas e guardadas em lugar fresco, dentro de saquinhos de tecido. Nunca mantenha bolsas ou sapatos de couro em lugares húmidos, pois eles criam fungos e mancham. Couro também não gosta de água, evite tomar chuva ou limpar com pano molhado.
Mantenha no seu armário uma prateleira para as coisas da bolsa. Use, como divisórias, tampas de caixas viradas, forradas, ou cestinhos para separar os objectos. Assim, quando você quiser trocar de bolsa tira tudo e coloca nessa prateleira, pegando somente o necessário, ganhando assim, agilidade nas trocas.

Alergia a Acessórios

Fashion

Orelha vermelha,tremenda comichão…são a causa de alguns materiais utilizados para fabricar bijuterias e que nos podem causar alergia.
As dermatologistas dizem que, teoricamente, qualquer produto pode provocar este problema, mas o mau da fita dos brincos, colares e pulseiras,que nós mulheres tanto gostamos, é o níquel, muito usado nas produções por causa do seu baixo custo.
O problema é denominado dermatite de contato e o quadro se caracteriza por eczema,comichão, avermelhamento da pele e descamação do local, podendo formar algumas vesículas (bolhas pequenas) e crostas.
A unica forma de se melhorar este problema é simples suspensão do acessório.
É importante lembrar que nem sempre trocar a peça por outra de ouro resolve, uma vez que são raras as jóias fabricadas puramente com o material. O ouro puro, de 24 quilates, é muito mole, dificultando a produção e uso da peça. As jóias verdadeiras costumam ser confeccionadas de uma liga do ouro com outros materiais, como prata, ródio, paládio, cobre e o próprio níquel, de acordo com a cor que se quer obter. Qualquer uma dessas substâncias pode ajudar a desenvolver a alergia.
A causa da alergia é a sensibilidade ao produto após o contato com o mesmo, podendo demorar anos para se manifestar.
O ideal é fazer o teste alérgico para saber exatamente qual é a substância que tem a alergia e, assim, procurar um acessório que não contenha essa substância.

Alguns Cuidados Necessários;

-Aplicar verniz transparente na peça pode diminuir o contato do metal com a pele, mas não o isola totalmente, portanto não resolve o problema. Soluções como essa,colocar o brinco no alho ou colocar cera,podem, inclusive,irritar ainda mais a epiderme.

-Teste bijuterias fabricadas com outros materiais e evite o uso do produto que causa o problema.

-Cremes à base de corticóide e anti-histamínicos orais geralmente ajudam, mas o importante é não usar mais o agente causador da alergia.

-Consulte um dermatologista que irá prescrever pomadas anti-inflamatórias de acordo com a área afetada, por um determinado período de tempo.

-O ouro puro é a substância menos alergénica, causando o problema raras vezes.